Literatura Comparada
Responsive image

Descrição do curso

Conceitos de Literatura Comparada. Tendências comparatistas. A crítica contemporânea e suas relações com os Estudos Culturais. Estudo comparado de literaturas de expressão portuguesa e outras literaturas.

Conteúdo Programático:

    UNIDADE I
  • Explicar as Teorias da Literatura Comparada, observando os discursos literários entre mídias, para a questão da interdisciplinaridade e da intertextualidade.
  • Relacionar texto, contexto e linguagem literária.
  • Identificar a natureza e a função da literatura comparada.
  • Interpretar as relações entre Literatura Comparada e Tradução Literária, abordando a influência das traduções na cultura, língua e sociedade de uma nação.

  • UNIDADE II
  • Reconhecer como se organiza os gêneros literários e como eles constituem os gêneros textuais considerados como pertencentes à linguagem literária.
  • Interpretar os elementos básicos que caracterizam e constituem os gêneros lírico e dramático.
  • Explicar os elementos básicos que caracterizam e constituem o gênero narrativo.
  • Interpretar os elementos básicos constituem a natureza do fenômeno literário, bem como a abrangência desse fenômeno para os estudos de Literatura Comparada e para o campo das artes.

  • UNIDADE III
  • Apontar como se organiza a estrutura básica da linguagem literária, e sua importância para o estudo da literatura comparada.
  • Identificar as características das figuras de linguagem e de pensamento, e sua importância para o estudo da literatura comparada.
  • Interpretar como se organiza as características das figuras de sintaxe.
  • Explicar a constituição da linguagem poética.

  • UNIDADE IV
  • Analisar, sob a perspectiva da literatura comparada, diferentes obras literárias.
  • Relacionar o texto literário ao seu contexto de produção.
  • Identificar as formas de articulação dos estudos da literatura comparada com outros campos da literatura.
  • Interpretar a importância da literatura comparada para os estudos literários e para a diferenciação entre o literário e o não-literário.